Terapia da Crítica

Pense em alguém que você ama. Pense em tudo o que você mudaria nessa pessoa. Talvez você pensou no seu esposo, sua esposa, sua mãe, seu melhor amigo, enfim. O que essa pessoa faz que te irrita? Por que você gostaria que ela mudasse? Se possível anote.

Agora pense em você. No que você precisa mudar? O que você faz que irrita profundamente as pessoas ao seu redor? O que as pessoas mudariam em você? Anote também.

É muito fácil ver os defeitos das pessoas, criticar, reclamar, ou até mesmo brigar. Talvez sempre que falamos de alguém o nome da pessoa vem acompanhado de uma lista de coisas que ela deveria fazer diferente.

Eu gosto bastante desse texto:
"Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho?  Como é que você pode dizer ao seu irmão: “Me deixe tirar esse cisco do seu olho”, quando você está com uma trave no seu próprio olho?  Hipócrita! Tire primeiro a trave que está no seu olho e então poderá ver bem para tirar o cisco que está no olho do seu irmão" (Mateus 7:3‭-‬5 NTLH).

Senhor, que nossos olhos estejam abertos para os nossos próprios defeitos e assim possamos permitir que o Teu poder nos mude.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou morar nas Filipinas

Por que vou para o Peru?

Me declaro desenraizada (síndrome de Ulisses)