Contemplação

Enquanto ela contava suas experiências de viagem, meus olhos brilhavam e eu queria saber cada vez mais. Desejei viajar o resto da minha vida, só podia pensar nisso. Em outro momento, enquanto escutava atentamente sobre uma carreira universitária que eu gostaria de ter estudado, desejei estar inscrita, e só podia pensar nisso. Enquanto via fotos de um casamento, desejei encontrar a pessoa certa, e só podia pensar nisso.

Percebi que quanto mais tempo eu passo escutando, lendo, assistindo, conversando a respeito de um assunto específico, mais e mais meus pensamentos se focam nisso. Sabe aquelas pessoas que só reclamam? Possivelmente seus pensamentos estejam focados no lado negativo das coisas.

“É lei, tanto da natureza intelectual como da espiritual, que, pela contemplação, nos transformamos. O espírito gradualmente se adapta aos assuntos com os quais lhe é permitido ocupar-se. Identifica-se com aquilo que está acostumado a amar e reverenciar.”

O que tenho contemplado/observado com desejo? Qual é o assunto que ocupa a maior parte dos meus pensamentos? Quanto tempo dedico a atividades espirituais? A resposta a estas três perguntas mostrará que tipo de transformação estou experimentando.

Senhor, que nossa contemplação esteja nas coisas que nos transformam em melhores servos Teus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou morar nas Filipinas

Por que vou para o Peru?

Me declaro desenraizada (síndrome de Ulisses)