Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

Foi o pastor que disse

Em todas as denominações religiosas vamos encontrar figuras, homens mulheres, que são considerados líderes e exercem o papel de guias. Existem pastores, padres, anciãos, rabinos, profetas, gurus, monges entre outros (muitos outros). Jesus era chamado de rabi, que em hebraico significa professor, mestre. Ele convidou discípulos com a proposta de atuarem como colaboradores de Seu ministério, e deu a missão a estes que fizessem discípulos e os ensinasse a fazer o mesmo, para que o evangelho fosse pregado.
Bom, ficou claro que não há problema nenhum na existência dos líderes. Ok! Mas existe sim um problema, na verdade 2 em 1, e a Bíblia fala sobre isso, dá uma olhadinha no capítulo 23 de Mateus, são pelo menos 20 versículos que falam diretamente sobre a conduta de alguns líderes religiosos. O meu foco hoje é a respeito dos líderes que não ensinam a palavra de Deus para os seus "liderados", e o que acontece? Discípulos ignorantes, que não conhecem a verdade, só a palavra do "…

Lição da Escola Sabatina 2017 - Jovens: Fé e obras - 05/12/2017

A lição de hoje é o centro de todo o estudo, escrita por Germaine Melody Cecil, de Durban, Àfrica do Sul, aponta o contraste mais comentado no meio Cristão, somos salvos pela graça ou pelas obras? E qual o papel da fé? Se Deus prometeu significa que serei salvo de qualquer forma, independente da minha conduta?
Com a primeira parte de Romanos 9:21 começamos a entender algo importantíssimo, o verso diz "não tem o oleiro poder sobre o barro?", ou seja, o dono, o criador é quem te direitos sobre a criatura e que toma a decisão a respeito dela. Se nos posicionamos como filhos tudo continua igual, o pai decide o que fazer com a herança. 
A autora nos relembra a fórmula da salvação, e diz "Somos salvos pela graça, mediante a fé, mas a fé do povo remanescente o leva a viver de acordo com as características estabelecidas por Deus para esse povo. Assim, o que nos torna dignos é a obra divina em nós", em outras palavras, se nossas obras não falam de Deus existem grandes indício…

Santificação

O verso-chave desse post, que está em 1 Pedro 1:14-16, é um convite a uma vida de santidade. Biblicamente falando, a definição de santo é separado, por tanto uma vida de santidade é uma vida separada, com um propósito diferente. Se o convite vem de Deus, então separados para Deus, para cumprir os propósitos dEle.  Mas o verso não fica só no convite, o início da passagem deixa claro que uma vez que somos filhos obedientes, não nos conformaremos com uma vida de submissão à conduta que adotávamos antes de conhecer a Cristo, ou seja, viver em pecado já não será algo que como filhos obedientes vamos querer para nossa vida.  E conclui dizendo que Aquele que nos chamou, nos separou, nos convidou, é santo e se Ele é santo nós também podemos ser, porque se decidimos ser obedientes já O estamos imitando. Veja este texto escrito por Ellen G. White:
A obra de transformação da impureza para a santidade é contínua. Dia a dia Deus trabalha em prol da santificação do homem, e o homem deve cooperar com Ele …

Cristãos mentirosos

No interesse de nos afastar dos caminhos de Deus, o inimigo nos faz viver mentiras, que comprometem nossa conduta cristã. E neste post vamos estudar juntos, à luz da Bíblia que é a palavra de Deus, quais são estas mentiras e como viver longe delas.      Na primeira carta de João podemos encontrar alguns temas que estão muito presentes no cotidiano de um cristão. Temas como amor fraternal, falsos profetas, o amor de Deus são abordados e o último versículo da carta nos ajuda a entender realmente o objetivo de João, diz "Filhinhos, guardai-vos dos ídolos", e essa é a luta de todo discípulo verdadeiro, viver longe daquilo que possa ocupar o primeiro lugar na mente e no coração.      Vamos ver as "tais" mentiras que comentei no primeiro parágrafo:
PARECER: encontramos no versículo 6 do capítulo 1 o seguinte "Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade." Uma vida cristã de aparência, cristãos na igreja. Muita…

Quando eu canto [Musicoterapia]

A música sempre fez parte da minha vida, meus avós faziam dueto na igreja, meu pai tocava violão, minha tia era pianista, minha irmã e eu crescemos cantando. Cantar era algo natural, mas com o passar dos anos comecei a ficar mais crítica quanto ao conteúdo da música, desde a mensagem que a letra passava até a composição instrumental, e além de crítica comecei a ser muito seletiva.    Há um mês atrás percebi que cantar enquanto dirijo me faz bem, principalmente quando dirijo a caminho do trabalho, por isso, criei a minha própria terapia. A "terapia da musica alta no carro"... risos. Percebi que cantar - sem me preocupar com afinação, músicas positivas, fazia com que meu dia fosse mais positivo. E cada vez que penso nisso lembro de uma música do Coral Jovem do Unasp, olha só:
Quando eu canto As cadeias se rompem Quando eu louvo O mal em volta se desfaz
      E é o que eu sinto! Nos momentos em que estou ali no carro sozinha com a música - uma música que fala de Deus, percebo q…