Mais ou Menos Obediente

Quando o tema é missão, ou seja, a melhor maneira de servir a Deus, nós cristãos quase sempre concluímos que cada pessoa tem a sua maneira de servir a Deus e de adorá-Lo, porém se nos dermos tempo para estudar a palavra de Deus veremos que essa é uma grande mentira. Vejamos uma história que exemplifica melhor o conceito.

Depois da entrada do pecado no planeta Terra muita coisa mudou, o que havia sido planejado para ser eterno passou a se degradar, o planeta estaria entregue ao que seria o oposto de evolução.
 
Nos primeiros momentos da humanidade num lugar bem diferente do Éden, Deus ainda falava cara a cara com o ser humano, de forma que não haveria dúvidas sobre a vontade dEle. 

O tempo passou, chegaram os filhos de Adão e Eva, e também eram orientados por Deus. Foram ensinados a respeito da adoração, do arrependimento, da entrega verdadeira, sabiam qual era a vontade de Deus e como deveriam servir. Com todas essas informações ditas de forma bem clara, recebem o chamado. São chamados à adoração verdadeira, ao sacrifício para o perdão perfeito.

A história é conhecida, Abel aceitou o chamado, decidiu ser fiel. "Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício que Caim." Hebreus 11:4. O chamado de Deus era à fidelidade e Caim decidiu ser infiel. A infidelidade implica basicamente deixar de dar prioridade, por exemplo, um homem que trai sua esposa é infiel porque entregou a outra pessoa o posto que deveria ser dela, uma mulher que é infiel ao seu lar dedica mais tempo a outras coisas e essas ocupam o lugar da família. Caim decidiu que outra coisa ocuparia o posto de Deus. "Preferiu a conduta de independência própria. Viria com SEUS próprios méritos. Não traria o cordeiro, nem misturaria sangue com a oferta, mas apresentaria SEUS frutos, produtos de SEU trabalho. Apresentou SUA oferta como um favor feito a Deus, pelo qual esperava obter a aprovação divina. Caim obedeceu ao construir um altar, obedeceu ao trazer um sacrifício, restou, porém, apenas obediência parcial. A parte essencial, o reconhecimento da necessidade de um Redentor, ficou excluída." Patriarcas e Profetas, p. 37.

Deus nos chama a ser fiéis, ou seja, nos convida a dar total prioridade ao que vem dEle e a oportunidade de escolher nos é presentada justamente para que a decisão seja verdadeira. A minha pergunta é SOMOS FIEIS? Damos a Deus o lugar que ele deveria em nossa vida? Entregamos nossa vida em obediência? Será que não estamos NOSSA oferta, fruto do NOSSO trabalho? Estamos adorando do nosso jeito ou como Jesus nos orienta?

"Abel escolheu a fé e a obediência; Caim, a incredulidade e a rebeldia. Nisto consistia toda a questão." Patriarcas e Profetas, p.38.

O que vamos escolher?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou morar nas Filipinas

Por que vou para o Peru?

Diário Camboja: Um flash de corrupção em Phnom Penh